Arquivo para abril, 2008

Terça, madrugada.

Posted in Uncategorized on abril 30, 2008 by andregodoi

Duas e vinte e cinco. O preço a ser pago. Caro preço. A madrugada é minha mulher. Vagabunda. No mesmo bar, no mesmo bar. Altos decibéis, teores alcoólicos idem.  Etílicos croquetes de carne com aipo. Dry martini. Mais um, mais um, mais um, o último, a saideira. A conta. Caro preço. Falido. No fundo do poço há sempre um último copo d’água. A saideira, por favor.

Mozart is playng in my house

Posted in Uncategorized with tags , , on abril 26, 2008 by andregodoi

No início era apenas um Aiwa farseta. Bandeja com capacidade para 3 CDs, controle remoto, luzinhas e um som de merda. Depois veio o Gradiente old school velho do meu velho pai. Revolução. Começo a tomar gosto pela coisa toda. Achei que tivesse atingido o nirvana com meu Hi Fi Valve Tech handmade by Carlos Alberto Sossego. Mera ilusão. Um dia desses fiz a besteira de assistir a um concerto na Sala São Paulo. Nada será como antes.

Dica: para ficar com ainda mais raiva do seu atual aparelho de som, compre ingressos para o coro, atrás da orquestra, de frente para o maestro. Além do lugar ser melhor, é mais barato.

Sólido, líquido e gasoso

Posted in gaveta with tags , , on abril 26, 2008 by andregodoi

Chimarrão com maconha: erva que não acaba mais.